terça-feira, 10 de março de 2009

Existe Aquele amor...Ou é só fantasia?


Existe Aquele amor com cumplicidade, com afecto, compreensão, enfim amor completo. Ou isto é só fantasia?


Procuro em meus sonhos

e tento encontrar .

Vasculho lembranças . . .

. . .me ponho a chorar


Das tuas palavras

teu jeito de olhar.

Se fecho meus olhos

me ponho a lembrar.


Estar com você

é bem mais que sonhei.

Eu buscava um amor

e em ti encontrei.


E vendo teu rosto

que insiste me olhar.

Cumpro teu pedido

me ponho a cantar.


Teu abraço apertado

me enche de paz.

E tua voz suave... ...

que falta me faz.


Esteja comigo

que estou com você.

E que Deus abençoe

esse nosso viver.


Estou ao teu lado

e só quero dizer.

Meu amor é sincero

...................................................e sempre vai ser.

quinta-feira, 5 de março de 2009

merda de vida...


Já falta pouco... ou o tempo escasseia.

O medo que sentes é meu também.

A esperança, essa é só tua.

Posso por a minha mão na tua cabeça e devagar encostar o teu rosto ao meu peito. Tentar acalmar-te com o bater compassado de um coração cansado.

Mas as palavras ... as palavras será melhor buscá-las na boca de alguém.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

estou Sozinho


É triste !!!
Quando me sinto sozinho

Estou rodeado de gente

Que mente

Que nada sente

Que vive uma triste

Felicidade

Que não tem amor

Que vive com dor

Que faz teatro

De manhã

Ao sol pôr

E mesmo rodeado de gente

Posso escolher outro caminho...

Numa certeza descontente

De ficar novamente… Sozinho




Fernando José

sábado, 14 de fevereiro de 2009

tristeza no Amor


Quando eu te deixar por algumas horas, sentirás a minha ausência; pensarás em mim.

Quando eu me for por alguns dias, sentirás inquieta e lembrarás de mim.

Quando eu me for por alguns meses, sentirás nostalgia e uma saudade imensa; te deixarás insatisfeita.

Quando eu me for por um ano, a angústia e a ansiedade te farão sofrer.

E quando eu me for por muito tempo... Quando eu não mais te ver... Quando eu não mais sorrir contigo... Quando não mais tiveres o meu carinho... Quando não mais tiveres o meu amor... Parecerás sofrer, parecerás morrer, vazio, indiferente... Não deves sofrer, não deves morrer, isso seria fuga. Lembra-te do nosso amor, deste pobre amor que foi pouco, mas alimentado de recordações e essas são lindas e elas te ajudarão a sofrer menos. Podes lembrar de mim chorando com lágrimas nos olhos ou alegre... Olhe o sol e imagine que muitas vezes ficamos contemplando-o...

Quando tiveres uma flor entre as mãos, não destrua, lembra-te de que eu muito as amei.

Quando ouvires a nossa música, lembre-se que nada poderá fazer com que ela deixe de ser nossa.

Quando ouvires uma criança não se esqueça que para ti eu sempre fui uma criança inocente. Quando alguém beijar o teu rosto, lembra-te que eu já beijei essas faces e uma carícia é sempre motivo de ternura. Quando alguém te olhar nos olhos, lembra-te que eu sempre gostei de te olhar assim.

Quando ofenderes alguém e ver seus olhos cheios de lágrimas, lembra-te que muitas vezes fiquei assim sensibilizado.

Quando alguém chorar por alguma coisa, lembra-te que eu também chorei e...Quando alguém te amar muito, lembra-te que eu também muito te amei.

Assim, quando eu me for, terás em tudo um pouco de minha presença e não sofrerás, porque ela é feita das mais lindas recordações e te darão forças para enfrentar a vida...te fará necessidade de alguém...te animará para ir em busca de algo que preencha o vazio de teus momentos. Lutarás consigo mesmo e esta é a pior das lutas... Mas lembra-te que tudo é passageiro... Então esquecido eu seria para ti... Apenas uma tristeza imensa, uma recordação quase uma saudade, uma chama apagada... Eu serei brisa, eu serei vento, eu serei sol, eu serei um pouco de tudo... Serei um tudo de um nada... E assim serei para ti... ...o tempo que passou...

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Enamorado...


Como é bom sentir que se ama!!! Que se é correspondido!!! Torna a vida leve, as contrariedades parecem menores, tudo o que fazemos fica impregnado de uma motivação especial.
O apaixonado se consome com uma ardência descontrolada, envolto em uma ansiedade que por vezes distorce a realidade. A paixão é como fogo de palha. Hoje é capaz de mover montanhas, amanhã se esfria sem motivo.
O enamorado mantém o emotivo mais estável. Os efeitos são semelhantes ao do apaixonado, porém com perfeita lucidez e domínio de si. Sua chama tenra e estável aquece interminavelmente a relação a dois.


A convivência faz surgir um forte sentimento de solidariedade ao outro, que cresce com o passar dos anos. Este sentimento se fundamenta nos valores que se construíram a dois. O "sentir-se solidário" é fruto da inteligência, pois busca suas razões no passado distante e em seus frutos, quais sejam, os valores que compartilham, defendem e preservam.


O enamorado, por outro lado, vive da satisfação do momento presente ou da recordação do passado recente. Por este motivo sofre forte influência da superfície, da brisa e das circunstâncias


Amar é "querer" manter-se enamorado... é se esforçar, ser criativo, buscar motivos. Também fundamenta suas razões nos valores que se construíram a dois. O amor requer, portanto, maior densidade de cada cônjuge no esforço de re-alimentar a memória recente com bons momentos a dois.


quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

trabalho


Chego sempre à hora certa,

contam comigo, não falho,

pois adoro o meu emprego:

o que detesto é o trabalho.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Lição




Em defesa do ego

cego feri sem medidas

com espada sagradaas feridas da gente.
Subi para cair,

caí para morrer.

Morri para voltara viver.
E no seio da misericórdia

repousa a verdade buscada.